Publicado por: bicicletanarua | 29 março 2013

Comparativo entre câmbios Shimano

Cambio Shimano

Anúncios

Responses

  1. […] FONTE: bicicletadafloripa […]

  2. Texto desnecessário, um cambio tourney, seria um cambio adequado para bicicletas de passeios, que não exigem um cambio mais avançado, porem não se trata, de um cambio desconfiável e frágil. Para a finalidade de qual foi criado, ele corresponde perfeitamente. Posts como esse, só deixa o consumidor em duvida, sem acrescentar nada para finalizar uma boa compra. E você pode encontrar um cambio tourney em bicicletas de R$1,900 a 2,000.

    • Amiga, pesquise bem antes de postar uma afirmação como esta. Não querer ser indelicado, mas o que o autor mencionou é bem mais coerente que o seu comentário.

      • uso tourney e pedalo de 50 a 70km por role e atende super bem há mais de 2 anos, agora vc é fanboy e gosta comprar as peças mais caras, inútil está sendo o seu comentário

    • Use um Tourney frequentemente por um ano como eu eu fiz e volte aqui pra dizer que não é fragil..
      Ele simplesmente não estará mais trocando as marchas sem que vc acione 2x a alavanca e acontece bastante de trocar a marcha sozinho.
      É mais ou menos assim, se vc colocar um Deore pra cima, vai passear com a bike por 3 anos sem mexer em nada, coloque um altus e viverá na bicicletaria..

      • Talvez vc tenha dado azar. Usei um Tourney por mais de um ano e não tinha tantos problemas assim. Depois usei Alívio e gostei, mas também desregula. Hoje uso um Deore e não vejo nenhuma diferença para o Alívio. Nenhuma, sofre dos mesmo problemas. A única diferença que vejo é que o alívio era 9 velocidades e o Deore são 10 velocidades, mas na prática, repito, não sinto nenhuma diferença.

    • voce deve andar de tico tico sabe de nada inocente……..

  3. Realmente não explicou muito. Nunca vi uma explicação técnica sobre a diferença entre os modelos de câmbio. Tipo esse usa tal material e por isso é mais resistente que aquele que usa tal material. Ou esse é fabricado por tal processo que é mais elaborado que aquele que é fabricado por tal material. Gostaria muito de uma explicação técnica.

    • valeu cara você é o cara, não é toa que és osmar, já te promo osbom, perguntas tem como objetivo resposta objetivas, quem não sabe não deve se complicar, pois acaba complicando outros tantos fracos que se agarram em qualquer resposta. é o processo que diz, o material fala por si, se material é o mesmo, que o processo me convença.

    • Talvez tenha me expressado mal. O texto é bom. Dá a hierarquia dos câmbios de MTB da Shimano. O que disse acima é que eu nunca vi, em nenhum lugar ou nenhuma pessoa explicar por que um grupo Shimano é melhor que o outro, só isso.

  4. Muito bom!
    Texto simples e objetivo, que simplesmente mostra qual o melhor e o pior!
    Sem pretensão de dar informações técnicas, aliás informações que 99% não iriam entender.

    • Concordo em tudo.

  5. Texto bom e simples. Para pessoas leigas que procuram não entrar numa cilada.

  6. Excelente post Muito bom pra quem não entendo muito. O título diz tudo sobre o objetvo do autor. Desmitificar o principal chamariz dos vendedores “…a bicicleta tem câmbio shimano…”

  7. Gostei do texto sim, pois esclarece aos leigos. só não concordo quando relaciona altus,acera e alivio no mesmo patamar. Era bom diferenciar, desde o cambio de entrada altus, passando pelo acera e chegando no alivio. A principal dúvida em quem esta começando em mtb é qual desses grupos comprar.

  8. A bike do meu filho , uma OXER , venho de fábrica com o Tourney o qual foi trocado durante o período de garantia por outro Tourney igual que não durou nem mais um ano. Dois Tourney em menos de dois anos !
    A minha bike , uma Breezer Storm , também venho de fábrica com um Tourney , um modelo diferente do usado na do meu filho , este durou pouco mais de um ano.
    A segunda troca do meu filho ocorreu no mesmo mês da troca do meu , sendo que o dele quebrou primeiro.
    Instalei nas duas bikes o Shimano CLARIS e até hoje não precisei nem se quer fazer ajuste neles , o que era muito frequente com os Tourney . Esta ultima troca esta completando dois anos

  9. Realmente tem itens generalizados no texto, na linha Tourney, vários modelos de câmbios são frágeis, imprecisos , mas há alguns modelos que não seguem “seus” irmãos de linha, um modelo ótimo é o TX 55. Esse cambio TX 55 com os trocadores EF 51, fica ótimo. Só apontaria mesmo possíveis problemas para os câmbios dianteiros da linha TX, esses é coisa de louco, dão muita manutenção, quebram cabos demais, desregulam com certa facilidade e tendem com o tempo a ficarem desgastados

  10. Encontrei um site que também faz avaliações dos Câmbios Shimano. Achei muito interessante. Para mim foi o mais completo. Vejam no link a seguir:
    http://www.aventrilha.com.br/diferencas-altus-acera-alivio-e-shimano/

    • Muito obrigada.

  11. ótimo post!quem já passou por todos os modelos sabe que há muita diferença entre os cãmbios.Andava numa 26 Deore xt e troquei por uma 29 Altus,minha esposa continuou com 26 deore xt.peno pra acompanhar mesmo com a diferença das rodas.procurem comprar a bike já com relação que você quer porque upgrade na relação costuma ficar bem mais caro do que já montada.

  12. ola estou iniciando a pedalar mas queria comprar uma bicicleta descente para nao trocar logo o q vcs me indicariam

  13. lembrando q tenho 1,84 mt e peso 130 kg


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: