Cesar Souza Júnior

Cesar Souza Júnior (PSD)

Número: 55

Coligação: Por uma cidade mais humana (PP / PSC / DEM / PSDC / PSB / PSDB / PSD)

Site: www.cesarjunior55.com.br

Histórico: Bacharel em Direito, Cursou Políticas Públicas na Fundação Friedrich Naumann, em Colônia, Alemanha. Cesar foi eleito deputado estadual em 2006 e re-eleito em 2010. Em 2008, concorreu à prefeitura de Florianópolis, ficando em terceiro lugar na disputa. Em 2011, deixou o cargo legislativo para assumir a Secretaria Estadual de Turismo, Cultura e Esporte.

O candidato e a bicicleta

Não se tem registros de nenhuma relação do candidato com a bicicleta desde 2008.

Na eleição à prefeitura de Florianópolis de 2008, não assinou a Carta de Compromisso da ViaCiclo.

Seu vice, João Amin, manifestou-se favorável à ciclovia da R. Ver. Osni Ortiga em 2009, e também a uma ciclovia na SC-401 em 2010, sem entrar em maiores detalhes. Em 11 de novembro de 2011, compareceu à audiência pública do processo licitatório das bicicletas coletivas, o Floribike. Sua mãe, Ângela Amin, embora tenha ignorado completamente a existência da ViaCiclo em seu úlimo mandato como prefeita da capital, sancionou a Lei Complementar Nº 078/01, que dispõe do uso da bicicleta e do sistema cicloviário em Florianópolis.

Propostas para Florianópolis

Não consta proposta para bicicleta em seu Plano de Governo.

Pelo Facebook, afirmou:

“Vamos investir 20% do Fundo Municipal de Trânsito em Ciclovias adequadas aos padrões internacionais, ligando toda a cidade. A bicicleta será uma opção de transporte segura e eficiente.”

Carta de Compromisso com o Ciclista

Cesar entregou a Carta de Compromisso, da ViaCiclo, assinada numa reunião do Conselho Municipal de Transportes, no final de setembro.

Opinião: Bicicleta na Rua

Não houve prévia conversa para obtenção de dados sobre infraestrutura cicloviária, nem sobre a viabilidade de propostas em relação à bicicleta. Nos últimos anos, não houve envolvimento com as causas que envolvem o cicloativismo catarinense. As propostas relativas à mobilidade urbana são mais tratadas como propostas de trânsito, exclusivas à bicicleta, do que propriamente mobilidade urbana. A tendência dos técnicos que lidam com sincronização dos semáforos da cidade (uma das propostas do candidato) é de relegar a existência de ciclistas na cidade.

Entretanto, o fortalecimento do IPUF pode proporcionar uma mudança nessa perspectiva, devido aos vários projetos que o Instituto possui.

Os 20% para a construção de ciclovias é, por si só, insuficiente para atender à hoje defasada demanda por pistas cicláveis na cidade. Seria necessário, no mínimo, o dobro dos recursos que o Fundo possuiria hoje para tornar a cidade mais próxima de uma mobilidade sustentável.

(Neutro)

Voltar para a página das Eleições 2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: