Publicado por: bicicletanarua | 11 fevereiro 2012

De luto… mais uma vez! Até quando?


Enquanto o ter substituir o ser, assim será. Ser ciclista ou pedestre nesse país significa que não somos cidadãos. Para sermos motoristas, temos que TER o carro. Para sermos pedestres ou ciclistas, basta NÃO TERMOS o automóvel. Logo, pela lógica tacanha e mesquinha de nossa sociedade individualista, se não tenho, não sou! Portanto, o motorista tem todos os direitos e nenhum dever. O pedestre e o ciclista devem estar atentos para todas as regras e deveres, quais sejam, respeitar o veículo e seu condutor.

Em uma situação que se pautasse pela igualdade, o motorista, CONSCIENTE de seu excesso de força diante do pedestre e do ciclista, deveria proceder para restabelecer a igualdade de condições, obedecendo regras simples como parar na faixa de pedestres, respeitar as ciclovias, sinalizar com antecedência e andar dentro dos limites de velocidade. Porém, o que vemos é exatamente o oposto. Uma grande parcela dos motoristas simplesmente adota a postura do “eu tenho, eu posso”. E, por favor, não me venham com argumentos simplistas como “mas se eu frear o carro na faixa de pedestres, o veículo de trás bate em mim”. Sabemos que se todos os veículos andassem dentro dos limites de velocidade e respeitando a distância mínima entre eles, o espaço e o tempo hábil para frenagens seriam preservados e evitariam muitos acidentes e atropelamentos.

Nem vou tocar na questão da condução de veículos sob efeito do álcool. Acho que a obviedade da questão fala por si só.

Senhores, mais cidadania. Mais respeito à luta por igualdade. Menos “EU” e mais “NÓS”.

Aos que lerem esse pequeno desabafo, mais um detalhe: nada dói mais para um professor do que ver uma vida em pleno curso ser interrompida por comportamentos mesquinhos e não cidadãos. Lamento que nesse domingo mais um triste episódio dessa história foi escrito. Lamento profundamente…

Rodolfo Neves

Saiba mais:

“Os ferimentos do meu filho não foram leves”, diz mãe de ciclista atingido na SC-401 – desabafo da mãe de Nicolas Paolo Zanella, o outro ciclista atropelado na SC-401.
Florianópolis terá duas Bicicletadas neste fim de semana – Divulgação oficial da  Mobilização por mais segurança e menos mortes na Ilha de Santa Catarina.
SC-401, a Rodovia da Morte para ciclistas – Reportagem do Jornal Notícias do Dia revela a preocupação com a circulação de bicicleta na rodovia estadual mais movimentada de Santa Catarina.
Notas sobre a reunião pelo fim da impunidade no trânsito – Sociedade civil, mobilizada, divulga novas informações sobre o acidente.
(Vídeo) Acidente na SC-401 no RBS Notícias – Conteúdo da RBS TV SC.
Acorda Floripa! – Depoimento do triatleta André Puhlmann, que estava pedalando próximo ao local do acidente.
Vídeo e mais comentários sobre a entrevista acerca dos ciclistas atropelados na SC-401 – Conteúdo comentado do Jornal do Almoço.
Mais um ciclista morre na SC-401  – Divulgação do último acidente no Jornal Notícias do Dia.
Dois exemplos de por que devem ser feitas ciclovias em vez de ciclofaixas nas rodovias – Nota sobre o acidente com Hector Cesar Galeano.
SC-401 oferece ainda mais riscos aos ciclistas neste verão – A liberação consentida da Polícia Militar Rodoviária para automóveis usarem o acostamento coloca em risco a vida de ciclistas.
Ciclistas mortos na Grande Florianópolis após a vigência da Lei Seca – Relação, infelizmente já desatualizada, dos ciclistas que morreram atropelados na região.
A rodovia das mortes – Quando ciclistas são assassinados – Conteúdo do Bicicleta na Rua já previa, em 2009, que mais acidentes como os deste fim-de-semana aconteceriam se não houvesse um redirecionamento dos investimentos e das prioridades.
Bicicletas-fantasmas em Florianópolis para o mundo saber – As primeiras ghost bikes da Grande Florianópolis são divulgadas para o mundo. A cidade foi a terceira cidade brasileira a contar com essa homenagem.

Veja também:

Charge – Pedalando com segurança na SC-401
Comentários e impressões sobre a entrevista sobre o acidente com ciclistas no Jornal do Almoço – Primeira parte dos comentários sobre o vídeo do Jornal do Almoço.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: